Como Lançar um Produto

Gestão e Marketing 22/jan/2021

Ações que farmácias de manipulação e prescritores podem aplicar

O primeiro passo quando pensamos no lançamento de produtos digitais, precisa ser muito claro para qualquer gerente ou empresário: qual produto você quer divulgar?

Para quem você quer comunicar?

E com qual objetivo?

O que mais temos entre mercado magistral é a comunicação de produtos diversos, uma estratégia falha de querer divulgar todos os produtos disponíveis no seu portfólio ou vários lançamentos de uma vez, o que acaba por inflar a comunicação e fazer sua audiência ter contato com muitas coisas ao mesmo tempo.

O resultado não se reflete em aumento absurdo de vendas, mas sim cansaço da sua audiência, que por sua vez para de acompanhar as suas redes e até desativa notificações dos seus anúncios, devido ao excesso de informação.

Com este artigo, você irá compreender não só quais são os passos para um lançamento adequado de produto no ambiente digital, como também conhecer tipos de lançamento.

 

#1 DEFINIÇÃO DA ÉPOCA

Pode parecer simples, mas este é o erro fatal mais comum entre gestores.

Nem sempre um lançamento pode dar certo, e a culpa pode não ser dos veículos utilizados, a redação usada, as peças gráficas utilizadas, do público e muito menos da qualidade do produto. Muitas vezes, a época em que a comunicação é liberada pode ser desfavorável.

Evite liberação de e-mail marketing aos finais de semana, ou o começo de uma campanha nas vésperas de feriado. Você pode ter anúncios nas redes sociais funcionando muito bem aos finais de semana (é até melhor!), mas aos feriados seu engajamento pode ter queda.

Depois de alguns lançamentos ou divulgações, você notará que um dia na semana o seu público-alvo acessa menos as suas redes sociais e seus anúncios. Por exemplo: às terças-feiras vocês podem ter menos acesso em suas páginas, assim como nas sextas-feiras podem ser seus dias mais movimentados. Pronto: com essa análise, fica mais fácil escolher quando anunciar J Lembrando que um anúncio deve ser testado por 24 horas, antes de você definir se deu certo.

Além disso, datas comemorativas como o Dia da Mulher, início do verão, aniversário da sua farmácia, Dia Mundial dos Animais, entre outros momentos especiais, podem ser adequados para lançamentos. Só tenha cuidado com o investimento em anúncios nas redes sociais – Neste período, eu começaria seu lançamento através de mídias off-line (decoração PDV, impressos, mensagens diretas) ao invés de anunciar no Facebook/Instagram/Google: isso porque às vésperas de datas especiais, muitas empresas no mundo anunciam nas plataformas, o que pode tornar suas campanhas mais caras (o custo por clique em cada anúncio, aumenta). Mas passado os feriados especiais, pode anunciar online com mais tranquilidade J  

 

#2 PÚBLICO-ALVO BEM DIRECIONADO

Não é aconselhado você lançar um produto para ambas as idades e faixas etárias amplas, como por exemplo: homens e mulheres de 18 a 65 anos de idade.

Se sua equipe não realizou uma pesquisa e observou qual perfil do público de cada produto, você precisa bater o martelo em qual tipo de pessoa deseja comprando de você. Mesmo que seu produto seja permitido para todas as idades por exemplo, um anúncio que chama a atenção de alguém com 20 anos de idade, não é o mesmo anúncio que chamará atenção de uma pessoa de 50.

A dica é: caso o perfil do seu seja muito amplo, segmente em pelo menos três grupos diferentes. Por exemplo:

Mulheres de 25-35 anos / Mulheres 35-50 anos / Homens 35-50 anos.

 

Para o primeiro perfil (M, 25-35), comunique o mesmo produto com 3 imagens diferentes, variando por exemplo, a cor do cabelo da modelo na fotografia, a posição do produto ou cor da embalagem.

Faça o mesmo para todos os públicos, testando pelo menos 3 tipos de imagens diferentes e 3 tipos de vídeos diferentes.

Após 24 horas, você pode avaliar o engajamento de cada uma das suas campanhas, decidindo qual das imagens e qual dos vídeos chamou mais atenção para cada um dos seus três diferentes perfis de interessados. De repente, pode até descobrir que um dos públicos que você idealizada não se interessou pelos anúncios por exemplo, o que requer uma nova estratégia ou focar nos perfis que realmente manifestaram interesse.

 

#3 UM ATRIBUTO E TRÊS BENEFÍCIOS

Ao anunciar um produto, você precisa ter um foco, um norte da sua campanha, o que em publicidade e propaganda é chamado de “mote criativo” ou no marketing digital de “big idea”.

É a grande ideia-central que você vai extrair entre todos os atributos do seu produto, e definir que ele é o maior benefício, e a maior promessa que você pode fazer.

 

Por exemplo: um produto capilar que oferece fortalecimento dos fios, mais brilho, crescimento acelerado e evita pontas duplas. São quatro atributos, correto?

Se você decidir que o maior desejo do seu público-alvo é ter o cabelo crescendo mais rápido, este deve ser o foco mais mencionado em suas campanhas.

Enquanto os outros atributos (fios mais fortes, brilhantes e sem pontas duplas) devem ser mencionados como vantagens adicionais, caso tenha tempo de falar deles em um vídeo ou página de vendas, por exemplo.

Lembrando que você pode ainda lançar mais de um anúncio, e cada um deles falar somente de um atributo do seu produto, para descobrir entre todas as vantagens qual mais está chamando a atenção.

 

#4 ESQUEÇA PATROCÍNIO

Você sabia que no marketing digital, o termo “Patrocinar um post” não é mais utilizado?

Isso porque cada vez mais tem se estudado a ferramenta chamada Gerenciador de Anúncios, uma ferramenta do próprio Facebook que gerencia cada anúncio tanto destas suas páginas, como do Instagram.

É como o Google Adwords, por exemplo, que não só coordena anúncios do próprio Google, como também da plataforma Youtube.

 

É essencial aprender a utilizar o Gerenciador de Anúncios, que possui vídeo-aulas dentro da própria plataforma, para que seu especialista de marketing ou agência de comunicação domine a ferramenta e através dela, crie estratégias únicas para o seu negócio.

Por exemplo: é possível através do próprio Gerenciador, pegar todos os clientes que não comparam um lançamento de seu produto, e comunicar somente para eles um vídeo específico, onde se quebram possíveis objeções e se curam os motivos pelos quais não aceitaram sua oferta.

Assim como é possível fazer uma campanha promocional somente para quem já é seu cliente, enquanto você cria outra para pessoas que nunca forma clientes (ou seja, estão conhecendo sua marca pela primeira vez).

Isso permite a personalização de qualquer lançamento J

 

#5 E-MAIL MARKETING SÓ SEGMENTADO

E-mail marketing ainda funciona, mas somente para as empresas que levam a sério o uso dessa ferramenta.

É preciso ter:

1.     Uma lista de e-mail atualizada e limpa;

 

2.     Uma ferramenta de disparo que permita você filtrar quem receberá ou não suas mensagens;

 

3.    Segmentação dos destinatários (quem compra muitos produtos de nutrição de sua empresa por exemplo, não necessariamente vai se interessar por produtos para unhas);

 

4.     Quantidade aceitável de envio para cada base.

 

É preferível você mandar só 1 e-mail por semana para seus clientes, do que mandar 5 vezes para a mesma pessoa e irritá-la, a ponto de não ter tempo para abrir suas mensagens. E o pior: não abrir mais, porque os títulos dos e-mails ficam desinteressantes, ou porque envia sobre assuntos que não interessam (lembra-se do Terceiro item da lista?).

E atenção: quanto menos seus e-mails forem abertos, mais todos os que você enviar cairão na caixa de spam, pois os sistemas entendem que suas mensagens “não são interessantes”.

Ou seja, é melhor seguir os 4 passos J

 

#6 ATENÇÃO À LGPD

Nada, absolutamente nada do que você ler nesse e-book, vai funcionar se sua farmácia magistral não se adequar à nova LGPD - Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais. Ela foi atualizada em 2018, entrou em vigor em agosto de 2020, e cuidado: quem não se adequar, a partir de 1º de Agosto de 2021, pode levar multas de até 2% do faturamento da empresa em caso de denúncia.

A nova lei, basicamente, obriga todos os seus meios de comunicação a terem permissão de cada cliente ou potencial cliente para sua empresa enviar qualquer tipo de comunicação. Essa autorização pode vir de 3 formas:

Por Contrato: quando sua farmácia necessariamente precisa estabelecer um contato para entrega de produto ou serviço.

Por Consentimento: quando o cliente ou potencial cliente autoriza por escrito que aceita receber comunicação, autoriza por e-mail/mensagem ou permite a ativação de Cookies do seu site (essenciais para que este usuário seja “seguido” nas redes sociais pelos anúncios do seu Gerenciador de Negócios).

Ou por Legítimo-interesse: quando o cliente ou potencial cliente expressa, por livre e espontânea vontade, que deseja receber comunicações de sua empresa (sem que você precise oferecer). É o típico caso de quem se inscreve no seu sistema de newsletters, por exemplo.

Quer saber mais sobre a LGPD? Acesse o e-book que trata do assunto aqui no Integra, na aba Treinamento de Mídias Digitais, ou consulte diretamente a resolução no site do Planalto junto do(a) seu(ua) advogado(a).

 

#7 ATUALIZE TODOS OS SEUS CANAIS

Como seus colaboradores ou clientes vão “vestir a camisa” do seu novo produto, se nem a própria empresa faz isso? J

Para oficializar um lançamento, não se esqueça de caracterizar todos os canais da sua empresa com a identidade-visual e peças conceituais da sua oferta principal!

Pode ser:

Ø Mudança de capa nas redes sociais

 

Ø Mudança da cor de avatar nas redes sociais

 

Ø Personalização do PDV

 

Ø Estampagem de camisetas da equipe

 

Ø Grude de etiqueta ou entrega de cartões junto de cada produto

 

Ø Publicação de stories e posts começando o lançamento (ainda que você já tenha anúncios, que não aparecem diretamente no seu feed, funcionando pelo Gerenciador de Negócios)

 

Ø Combine datas estratégias de divulgação com influenciadores digitais

 

#8 CONSTRUTOR DE PÁGINAS

Você sabia que além de ter seu próprio website ou e-commerce, você pode construir as chamadas Páginas de Vendas? Elas se parecem hotsites, e podem ser temporários ou não: mas são páginas especiais para anunciar e lançar um produto específico, que seja o foco de vendas da sua farmácia no momento.

São exemplos de construtores de páginas que você pode personalizar:

Elementor (contém versão gratuita!)

Klick Pages (considero limitado, mas é ótimo para quem está aprendendo)

GeneratePress

Beaver Builder

Divi

WP Page Builder

Page Builder

Visual Composer

Sandwich

Oxygen

Live Composer

MotoPress

Brizy

Themify Builde

 

#10 A REDAÇÃO QUE FUNCIONA

Você já ouviu falar em Copywriting, a técnica da escrita persuasiva?

Não é a mesma coisa que chamada “redação de conteúdo”, onde você apresenta tudo que seu produto ou serviço tem para fornecer, tampouco a chamada “redação publicitária”.

Copywriting é uma escrita persuasiva que observa o seu produto, reúne todos os seus atributos, trabalha suas maiores qualidades ao mesmo tempo que quebra todas as objeções que seus clientes poderiam ter em relação a ele. É como se essa redação cercasse sua audiência, deixando todas as pessoas sem saída, sem um porquê para não comprar o seu produto, ao mesmo tempo que sentem um alto desejo.

Isso, é claro, sempre dentro da ética! A Copy jamais foca na construção de uma mentira para vender mais: mas vai trabalhar o melhor que o seu produto tem para oferecer, como se desse um brilho a mais à sua oferta.

A Consulfarma se compromete a passar conteúdos completos conectados ao assunto.

 

O que devo olhar no Gerenciador de Anúncios do Facebook?

Conversão: qualquer anúncio que não converter em 24 horas, pause. Algo precisa mudar, ou mesmo um novo vídeo/imagem precisa ser colocada, pois a forma com que estava sendo feita acarretaria em prejuízos.

 

CTR: se em 48 horas estiver abaixo de 2%, pause. Este é o índice de conversão do seu anúncio (quantas pessoas visualizaram x quantas pessoas clicam).

 

CPC: custo por clique. Se você está anunciando algo de pelo menos 150 reais, considere que o CPC máximo deve ser de R$1,49. Se estiver anunciando um produto de menor valor, o CPC máximo precisa ser de R$0,79. Caso contrário, você está pagando mais do que deveria por clique feito no seu anúncio, o que indica que ele também não está favorável e a longo prazo, te trará prejuízos.

 

Por isso é tão importante avaliar cada anúncio do seu Gerenciador de Anúncios diariamente – Para verificar o que está fora das métricas adequadas J

 

Por fim, a grande revelação:

Quais são os tipos de lançamento de produtos que existem?

Semente: ideal para produtos-beta, isso é, um produto novo, que atende uma necessidade ou um perfil de pessoa para quem você nunca vendeu antes. Por exemplo: é a primeira vez que sua farmácia basta a manipular para animais, sendo que antes atendia somente pacientes humanos. Ou mesmo, é a primeira vez que trabalham com colírio, sendo essa solução inédita. Então, este lançamento requer uma verba menor, trabalha com certo conteúdo para aquecer sua audiência (live divulgada com um médico, aula gratuita com prescritores em parceria à sua farmácia, presentes com e-books, entre outros tipos), sendo que quem esteve engajado durante estes conteúdos gratuitos serão os leads “testados” para avaliar o nível de interesse na compra.

 

Afiliado: quando você faz parcerias, e realiza os seus lançamentos em parceria. A prática da visitação médica, por exemplo, é uma tática de lançamento por afiliado, pois os próprios prescritores são os seus parceiros neste caso.

 

Externo: quando se anuncia seus produtos somente para quem não é cliente da sua farmácia. Ou seja, um público totalmente inédito.

 

Interno: quando se anuncia para quem já comprou da sua empresa e até é cliente fidelizado. Claro que aqui sua estratégia de comunicação precisa ser diferente do lançamento externo, pois você já pode aplicar benefícios, descontos e até usar abordagens mais informais. Até mesmo seus vídeos, e-books e outros conteúdos, podem ser títulos mais simples, porque se sua audiência já já tem o hábito de te acompanhar, já estarão convencidos de acessar o que você propõe.

 

Prova social: quando se utiliza depoimentos (seja em prints, por escrito ou mesmo em vídeos) para anunciar, de forma que seus clientes falem bem e comentem sobre a experiência que tiveram com sua marca de forma espontânea. É necessário ter autorização dos mesmos para que você use esse material.

 

Perpétuo: divulgação contínua dos seus produtos. Ou seja, um produto que você vende sempre, em qualquer época do ano, é comunicado com frequência de formas diferentes.

 

Meteórico: quando você atrai rapidamente uma quantidade de potenciais compradores para um grupo de Telegram ou Whatsapp e oferece no grupo especial aulas ao vivo, e-books, artigos ou podcasts/áudios com certa frequência. Quem não sair do grupo, ao final dos conteúdos, recebe alguma oferta especial do seu lançamento, que não pode ser ofertada a quem não estiver no grupo. Por exemplo: bônus junto de um produto ou desconto.

 

Relâmpago: é o mais comum e tradicional, quando se lança um produto diretamente anunciando posts/stories, aproveitando o Gerenciador de Anúncios ou mesmo passando por e-mail marketing.

Distúrbios de Estresse e Ansiedade

Curso ao vivo sobre Distúrbios do Estresse e Ansiedade para farmácias magistrais e prescritores

Inscreva-se

Autor(a)

Gabriela Rodrigues
Gabriela Rodrigues
Gerente de Produtos

Atual Gerente de Marketing e Produtos da Consulfarma, Gabriela é publicitária com forte experiência em marketing digital, lançamento de produtos e comunicação por funil. Iniciou sua carreira como redatora, tornou-se Coordenadora de Comunicação em uma agência especializada no lançamento de produtos digitais, até regressar à Consulfarma para condução de equipe e coordenar lançamentos de produtos digitais. Copywriter na veia, domina técnicas da escrita persuasiva, gere analistas de Tráfego e Performance, redatores e desenvolvimento digital de produtos. Curiosamente, também é autora de ficção, um projeto pessoal que alimenta em paralelo à sua carreira, tendo quatro obras escritas.

Compartilhe este Post
Consulfarma Ads