N-acetilcisteína Melhora o Gerenciamento do Infarto Agudo do Miocárdio

Estudos Científicos
21/jul/2021

Entenda como o ativo atua no tratamento cardiovascular

Infarto Agudo do Miocárdio

Parâmetros Envolvidos

A Doença Arterial Coronariana (DAC) é a principal causa de morte no mundo. A inflamação é um importante fator no desenvolvimento de eventos cardiovasculares e aterosclerose.

®     O biomarcador inflamatório mais estudado em doenças cardiovasculares é a Proteína C Reativa (PCR), uma proteína de fase aguda, que é produzida principalmente pelos hepatócitos sob a influência de citocinas, como a interleucina-6 (IL-6) e Fator de Necrose Tumoral alfa (TNFa);

®     A Mieloperoxidase (MPO) é um membro da subfamília de peroxidases, expressa principalmente em células imunes, como células polimorfonucleares (PMN), linfócitos, monócitos e outros macrófagos e células;

MPO: Envolvida na produção de Espécies Reativas de Oxigênio (EROs), é um potente oxidante.

Se seus níveis são baixos e controlados, se torna tóxico aos microrganismos e desempenha um importante papel no sistema imune. No entanto, em excesso e de forma descontrolada, MPO pode causar danos às células do hospedeiro.

®     A Galectina-3 (Gal-3) é expressa por quase todos os tipos de células imunes e inflamação, através de processos constitutivos e de indução. É uma lectina que se liga a ß-galactosidase e desempenha um importante papel no desenvolvimento da fibrose cardíaca em condições de pressão excessiva, ativação neuroendócrina e hipertensão.

Fibromialgia

A fibromialgia é uma síndrome dolorosa musculoesquelética não inflamatória de causa desconhecida.

Preencha o formulário abaixo para fazer download do material

Ao baixar este material você concorda com nossas Políticas de privacidade
A Consulfarma solicita sua coleta de dados para identificação do usuário com a finalidade de entrarmos em contato para fornecermos mais detalhes relacionados ao tema do material gratuito, com base-legal por legítimo interesse conforme a nova lei LGPD. Estes dados não serão utilizados para envio de SPAM.

Estudo Comprova

N-acetilcisteína Melhora Parâmetros em Pacientes com IAM

Esse estudo randomizado e único-cego teve como objetivo avaliar os efeitos da suplementação de N-acetilcisteína oral no sistema imune de pacientes com Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) (WASYANTO; YASA; JALALUDINSYAH, 2019)

Resultados:

ü  Os níveis de PCR-as, MPO e Gal-3 não foram diferentes entre os grupos 1 e 2 no início do estudo, porém, após 72 horas de suplementação com NAC esses valores alteraram (valores de p= 0,0001, 0,001 e 0,017, respectivamente);

ü  Além disso, no grupo 1, os valores de PCR-as, MPO e Gal-3 após 72 horas foram significativamente diferentes dos valores iniciais;

ü  Houve diferença significativa intergrupos entre NAC e controle nesses parâmetros.


Conclusão:

A suplementação oral de N-acetilcisteína a cada 8 horas durante 3 dias pode reduzir a PCR-as, MPO e Gal-3 em pacientes com IAM sob terapia fibrinolítica.


Referências:

WASYANTO, T.; YASA, A.; JALALUDINSYAH, A. Effect of Oral N-Acetylcysteine Supplementation on the Immunity System in Patients with Acute Myocardial Infarction. Acta Med Indones, 51, n. 4, p. 311-317, Oct 2019.


à Essa tecnologia pode ser encontrada em farmácias de  manipulação.

16º Congresso Consulfarma

O maior evento do mercado magistral: nessa jornada, sua missão será acompanhar as inovações no 16º Congresso Consulfarma.
Clique Aqui

Autor(a)

Equipe Técnica Consulfarma
Equipe Técnica Consulfarma
Conhecimento

Nossa equipe quer muito dividir conhecimento com você, por isso postaremos por aqui assuntos relevantes para compartilhar tudo aquilo que é relevante para o mercado magistral. Aproveite!

Compartilhe este Post
Consulfarma Ads
Copyright © 2021 - Todos os Direitos Reservados. Confira nossa política de privacidade