Automutilação em Aves

Estudos Científicos
28/jul/2022

Gerenciamento com Gotas de Fluoxetina

Automutilação em Aves

Alterações Comportamentais em Aves

 

As aves estão entre os animais de companhia com maior popularidade, particularmente os psitacídeos, sendo considerados companheiros, devido ao seu comportamento social complexo, plumagem exótica e capacidade vocal para a imitação.


Os psitacídeos são as aves mais comummente mantidas em cativeiro a nível mundial e, entre estes, a família Psittacidae, que vulgarmente chamamos de papagaios, são as aves mais atrativas para o homem que, em grande parte, as mantêm como animais de estimação.

 

Alterações Comportamentais em Aves

Tal como qualquer outro animal, estas aves são susceptíveis a uma variedade de transtornos comportamentais e psicológicos.

 

®     Comportamentos anormais indicativos de estresse ou ansiedade, tédio e solidão podem ocorrer, incluindo o arrancamento de penas e automutilação, gritos, agressividade, e ainda fobias;

®     O arrancamento e dano das penas ocorre geralmente nas regiões facilmente acessíveis do pescoço, tórax, flanco, parte interna das coxas e asas, enquanto as penas da cabeça da ave permanecem intactas, exceto quando existe picacismo redirecionado por parte de um companheiro de gaiola.


Gritos excessivos, agressividade, arrancamento de penas e automutilação, medos e fobias, comportamentos sexuais inapropriados, são transtornos comportamentais que se têm manifestado numa grande porcentagem da população atual de psitacídeos mantidos como animais de estimação.


Formulações para Pacientes com Doença de Alzheimer

A doença de Alzheimer (DA é caracterizada pelo acúmulo de placas amiloides e pelo dano cognitivo nos indivíduos acometidos. Dados recentes sugerem que o processo inflamatório apresenta importante papel no desenvolvimento e na progressão da DA. É uma doença cerebral progressiva e fatal, associada à redução da capacidade cognitiva e à perda de memória.

BAIXE agora o E-book gratuito!

Preencha o formulário abaixo para fazer download do material

Ao baixar este material você concorda com nossas Políticas de privacidade
A Consulfarma solicita sua coleta de dados para identificação do usuário com a finalidade de entrarmos em contato para fornecermos mais detalhes relacionados ao tema do material gratuito, com base-legal por legítimo interesse conforme a nova lei LGPD. Estes dados não serão utilizados para envio de SPAM.



Automutilação em Aves

Características

  

O picacismo não se trata de uma patologia específica. Na maioria dos casos, resulta de processos patológicos subjacentes, más condições de manejo e nutricionais ou de um transtorno comportamental, com fatores psicológicos associados. Todas estas podem estar presentes, em isolado ou em combinação.


Assim, possíveis causas para o surgimento do picacismo psicogênico incluem:

®     Tédio

®     Ausência de oportunidades de procura de alimento;

®     Falta de exercício físico;

®     Medo e insegurança;

®     Tentativa de chamar a atenção do proprietário;

®     Confinamento e solidão;

®     Frustração reprodutiva;

®     Ansiedade ou estresse;

®      Transtornos emocionais.

 

Tratamento

A utilização de fármacos psicotrópicos e a implementação de programas de enriquecimento ambiental são as estratégias que têm sido utilizadas numa tentativa de controlar e tratar a ocorrência destes comportamentos indesejáveis consequentes do cativeiro.


Referência

ANDRADE, S. F. Manual de Terapêutica Veterinária.  2017.

 

BRÁS, M. J. R. Picasismo Psicogénico em Psitacídeos e a Importância do Enriquecimento Ambiental na sua Prevenção, Controlo e Tratamento.  2017.


Autor(a)

Equipe Técnica Consulfarma
Equipe Técnica Consulfarma
Conhecimento

Nossa equipe quer muito dividir conhecimento com você, por isso postaremos por aqui assuntos relevantes para compartilhar tudo aquilo que é relevante para o mercado magistral. Aproveite!

Compartilhe este Post
Consulfarma Ads
Copyright © 2022 - Todos os Direitos Reservados. Confira nossa política de privacidade