Associação de Probióticos e Lactoferrina na Candidíase Vulvovaginal Recorrente

Estudos Científicos
13/out/2021

Promove Melhora dos Sintomas e Redução da Recorrência

Candidíase Vulvovaginal
Benefícios dos Probióticos e Lactoferrina

A vaginite é uma desordem ginecológica comum, responsável por 10 milhões de consultas médicas a cada ano. Particularmente, a infecção fúngica da vulva e vagina é estimada como a segunda causa mais comum de inflamação após vaginose bacteriana.

Cerca de 75% das mulheres apresentam pelo menos 1 episódio de candidíase vulvovaginal (CVV) na idade reprodutiva. O agente patogênico mais comum é a Candida albicans, que é isolada em 85% a 90% de todos os casos. CVV Recorrente definida como 4 ou mais episódios sintomáticos de CVV dentro de 1 ano.


Probióticos na CVV

® Estudos suportam o uso de Lactobacillus na redução da recorrência de infecção por Candida spp.(RUSSO; SUPERTI; KARADJA; DE SETA, 2019);

® A colonização vaginal com Lactobacillus produz substâncias antimicrobianas que agem para inibir o crescimento de microrganismos patogênicos (SUPERTI; DE SETA, 2020). 


Lactoferrina na CVV

A lactoferrina é uma glicoproteína de ligação ao ferro presente naturalmente nas secreções dos mamíferos, incluindo leite e muco cervical. É armazenada nos grânulos secundários de neutrófilos, de onde é liberado nos locais inflamados.

® Evidências in vitro mostram que tanto a lactoferrina humana quanto bovina são eficazes na inibição do crescimento de C. albicans e C. glabrata, bem como a produção de citocinas pró-inflamatórias;

® Resultados recentes demonstraram que a lactoferrina foi eficaz na melhora da produção de biofilme de duas cepas de Lactobacillus e melhorou sua ação proteção contra bactérias patogênicas de adesão em células genitais.

Hipertensão Arterial

A hipertensão é um importante preditor de morte prematura e incapacidade, e desempenha um papel fundamental na mortalidade e morbidade por doenças cardiovasculares e acidentes vasculares cerebrais.

Saiba mais e confira algumas formulações no e-book!

Preencha o formulário abaixo para fazer download do material

Ao baixar este material você concorda com nossas Políticas de privacidade
A Consulfarma solicita sua coleta de dados para identificação do usuário com a finalidade de entrarmos em contato para fornecermos mais detalhes relacionados ao tema do material gratuito, com base-legal por legítimo interesse conforme a nova lei LGPD. Estes dados não serão utilizados para envio de SPAM.


Estudo Comprova
Probióticos com Lactoferrina são Eficazes na Candidíase Vulvovaginal 

Esse estudo prospectivo, duplo-cego, randomizado e clínico teve como objetivo avaliar a eficácia de uma formulação oral contendo Lactobacillus acidophilus, Lactobacillus rhamanosus e lactoferrina como terapia adjuvante ao clotrimazol tópico nos sintomas e recorrência da candidíase vulvovaginal (RUSSO; SUPERTI; KARADJA; DE SETA, 2019).


Resultados:

ü  Após o tratamento com clotrimazol, houve melhora significativa dos sintomas em ambos os grupos;

ü  No entanto, apenas as mulheres do grupo 1 demonstraram melhora significativa no prurido e secreção aos 3 e 6 meses;

ü  Durante a manutenção, a recorrência foi significativamente menor no grupo 1 vs. Placebo (33,3% vs. 91,7% após 3 meses e 29,2% vs. 100% após 6 meses).


Conclusão:

Os resultados demonstraram que a mistura de Lactobacillus em combinação com a lactoferrina representa uma abordagem adjuvante segura e eficaz na

redução dos sintomas e recorrência de CVV.

Autor(a)

Equipe Técnica Consulfarma
Equipe Técnica Consulfarma
Conhecimento

Nossa equipe quer muito dividir conhecimento com você, por isso postaremos por aqui assuntos relevantes para compartilhar tudo aquilo que é relevante para o mercado magistral. Aproveite!

Compartilhe este Post
Consulfarma Ads
Copyright © 2021 - Todos os Direitos Reservados. Confira nossa política de privacidade