Creme previne danos na pele causados por poluição digital de dispositivos eletrônicos

Estudos Científicos 10/out/2019

Formulado com ativo inovador, creme anti-WiFi evita envelhecimento precoce da pele e outros danos causados pela poluição de celulares, computadores e outros dispositivos que emitem luz azul

Pode parecer um absurdo, mas o WiFi, que tanto faz parte de nossas vidas, pode estar favorecendo o envelhecimento precoce de nossa pele. “Isso porque essa tecnologia de internet faz parte de um conceito maior de poluição digital ou Eletrosmog, um termo utilizado para designar a poluição eletromagnética de celulares, computadores e dispositivos que emitem luz azul, que pode causar quebra do DNA celular, danos às proteínas da pele, além de outros problemas mais sérios como: distúrbios hormonais, aglutinação de células sanguíneas, palpitações cardíacas, dor e pressão no peito e desregulação do sistema nervoso”, afirma Lucas Portilho, consultor e pesquisador em Cosmetologia, farmacêutico e diretor científico da Consulfarma e Pesquisador em Fotoproteção na Unicamp.

Para enfrentar esse problema, a Consulfarma apresenta o Creme Anti-WiFi, que reduz o impacto negativo do Eletrosmog na pele. 

De acordo com Lucas Portilho, as ondas eletromagnéticas, ao entrar em contato com nossa pele, deixam o tecido mais susceptível a agressores ambientais. “No aumento de 40x no microscópio e após 6h de irradiação, a microscopia da epiderme humana reconstituída demonstrou que a irradiação com a radiação eletromagnética leva a uma descamação severa do estrato córneo”, destaca o pesquisador. 

O Creme Anti-WiFi é formulado com um ativo inovador lançado na última feira de Paris, a In Cosmetics: um blend de beta caroteno associado com óleos vegetais. Esse ativo tem alta capacidade antioxidante e protetora da pele contra esse tipo de poluição e pode ser incorporado em cremes, loções e protetores solares, devendo ser usado duas vezes ao dia, de manhã e à noite (exceto quando for filtro solar). O produto pode ser encontrado em farmácias de manipulação.

Distúrbios da Enxaqueca

Curso ao vivo sobre Distúrbios da Enxaqueca para Médicos de todas as especialidades, nutricionistas, farmacêuticos, gestores de farmácias magistrais, fisioterapeutas, dentistas, biomédicos, entre outros profissionais que têm contato com o público sujeito a episódios de enxaqueca.

Inscreva-se

Autor(a)

Lucas Portilho
Lucas Portilho
Diretor Científico da Consulfarma

Farmacêutico e Especialista em Cosmetologia. Mestre em Ciências Médicas pela Unicamp. Diretor das pós-graduações do Instituto de Cosmetologia e Ciências da PeleHi Nutrition Educacional e Departamento de Desenvolvimento de Formulações do Instituto de Cosmetologia. Diretor da Consulfarma Assessoria. Atuou como Coordenador de Desenvolvimento de produtos na Natura Cosméticos e como gerente de P&D na AdaTina Cosméticos. Possui 20 anos de experiência na área farmacêutica e cosmética. Professor e Coordenador dos cursos de pós Graduação com MBA do Instituto de Cosmetologia.

Coordena Cursos Internacionais em Desenvolvimento de Cosméticos na Itália, França e Espanha. Atua em desenvolvimento de formulações para mercado Brasileiro, Europeu e América Latina. Atuou em indústria farmacêutica, farmácias magistrais e elaborou diversos projetos de desenvolvimento de linhas de produtos cosméticos nas empresas Consulfarma Assessoria.?Colunista no Prospector. 

Coordenador da Comissão de Farmácia de Estética do CRF-SP. 

Fundador do Cosmético Seguro. 

Compartilhe este Post
Consulfarma Ads
Copyright © 2021 - Todos os Direitos Reservados. Confira nossa política de privacidade