Quercetina Previne a Perda de Força Associada ao Exercício Intenso

Ativos
09/ago/2021

Aumenta Significativamente a Força Isométrica

Quercetina Apresenta Benefícios nos Praticantes de Atividades Físicas

Previne a Perda de Força Muscular Causada pelo Exercício Excêntrico

 

Os polifenóis são moléculas abundantes na dieta, com crescentes evidências científicas mostrando sua importância na prevenção de doenças crônicas e degenerativas devido a sua ação antioxidante e anti-inflamatória, além de atuarem como fator de proteção cardiovascular e com atividades anticancerígenas.

 

Dentre os polifenóis, há o grupo dos flavonoides que são reconhecidos por exibirem larga atividade biológica das quais pode-se destacar seu potencial antioxidante, anticarcinogênico e seus efeitos protetores dos sistemas renal, cardiovascular e hepático. Um dos principais flavonoides presentes na dieta humana é a quercetina que apresenta as mesmas funções biológicas do seu grupo, estando presente em frutas, vegetais e com maiores concentrações em alimentos como cebola, maçã, vinho tinto, brócolis e chás em geral.


 Propriedades da Quercetina nos Exercícios Físicos

Este flavonoide é dotado de atividade antioxidante acentuada, bem como com propriedades anti-inflamatórias. Além disso, a quercetina atua como um forte eliminador de espécies reativas de oxigênio e apresenta efeito protetor contra a peroxidação lipídica. A quercetina, também pode aumentar a capacidade nos exercícios de resistência, aumentando o processo de biogênese mitocondrial por meio das vias de sinalização intracelular que envolve principalmente o PGC-1a (coativador-1 alfa do receptor ativado por proliferadores de peroxissoma gama).

 

Outra propriedade interessante da quercetina que possibilita melhora no desempenho físico é o seu efeito psicoestimulante. Diversos estudos têm mostrado que a quercetina pode retardar a fadiga durante o exercício, devido à sua capacidade de bloquear os receptores de adenosina no cérebro e aumentar a atividade da dopamina. A adenosina é constituinte celular regulado principalmente pelo metabolismo do ATP e de outros nucleotídeos de adenina. Suas concentrações aumentam no músculo e no plasma durante a contração muscular. A quercetina também desempenha função na regulação do fluxo sanguíneo e como modulador da excitabilidade neuronal e transmissão sináptica do cérebro através da ativação de receptores de adenosina.

 

Com base nas afirmações acima um estudo publicado no periódico internacional Nutrients teve como objetivo avaliar os efeitos da quercetina na prevenção da perda muscular em indivíduos submetidos aos exercícios excêntricos. 


Álcool em Gel e suas Associações

O álcool em gel nas concentrações apropriadas representa um antisséptico de baixo custo, extremamente rápido e eficaz para reduzir o número de micro-organismos encontrados na pele.

Você sabe quais ativos podem ser associados em sua formulação? Descubra formulações com efeito clareador, antiaging  e antipoluição.

BAIXE agora o E-book gratuito!

Preencha o formulário abaixo para fazer download do material

Ao baixar este material você concorda com nossas Políticas de privacidade
A Consulfarma solicita sua coleta de dados para identificação do usuário com a finalidade de entrarmos em contato para fornecermos mais detalhes relacionados ao tema do material gratuito, com base-legal por legítimo interesse conforme a nova lei LGPD. Estes dados não serão utilizados para envio de SPAM.


Estudo Comprova:

Quercetina Reduz o Dano Muscular Causado pelo Exercício Excêntrico

 

Estudo clínico conduzido por Bazzucchi et al. (2019) investigaram a hipótese se a quercetina pode prevenir a perda de força e evitar o comprometimento neuromuscular associado ao dano muscular induzido pelo exercício excêntrico. 


Resultados:

Ø  A suplementação com quercetina aumentou significativamente a força isométrica registrada durante a CIVM em comparação à linha base (+4,37% - p<0,05);

Ø  Além disso, a diminuição do torque e da velocidade de condução das fibras musculares registrado durante o exercício excêntrico foi significativamente menor no grupo quercetina em comparação com o placebo;

Ø  O dano muscular induzido pelo exercício excêntrico foi maior no grupo placebo. As medidas relacionadas a força isométrica e a relação força-velocidade foram significativamente menores no grupo placebo.


Conclusão:

A quercetina pode atenuar a gravidade da fraqueza muscular causada pela ruptura miofibrilar induzida pelos exercícios excêntricos e pelo comprometimento potencial da propagação da ação sarcolêmica. Embora o mecanismo exato seja desconhecido a quercetina, como um composto lipofílico, pode ser capaz de atravessar as membranas facilmente e promover a estabilidade delas, preservando o acoplamento excitação-contração nos miócitos. Em conclusão, a quercetina parece ser um suplemento nutricional adequado para reduzir os sintomas de desconforto e perda de força que seguem uma intensa sessão de exercícios excêntricos e pode representar uma estratégia para melhorar a aptidão física geral e, possivelmente, melhorar o desempenho e o treinamento. 


Referências:

BAZZUCCHI, L. et al. The Effects of Quercetin Supplementation on Eccentric Exercise-Induced Muscle Damage. Nutrients. 2019 Jan 21;11(1). pii: E205. 

Autor(a)

Equipe Técnica Consulfarma
Equipe Técnica Consulfarma
Conhecimento

Nossa equipe quer muito dividir conhecimento com você, por isso postaremos por aqui assuntos relevantes para compartilhar tudo aquilo que é relevante para o mercado magistral. Aproveite!

Compartilhe este Post
Consulfarma Ads
Copyright © 2022 - Todos os Direitos Reservados. Confira nossa política de privacidade