ROI e ROAS: o Que é e Qual a sua Importância para o Mercado Magistral

Gestão e Marketing 26/abr/2021

Entenda o que significam os termos e como eles impactam o seu negócio

Certa vez, fiz uma enquete nos stories no meu Instagram perguntando para gestores de farmácias e clínicas se eles sabiam o que significa ROI e ROAS dentro da administração do seu negócio (mais especificadamente, dentro de suas ações de marketing).

100% me respondeu que não.

Ou seja: muitos não sabem o que essas palavrinhas mágicas indicam para o seu negócio, sendo que são extremamente essenciais para saber se você está investindo dinheiro ou só queimando ele

Vou te explicar melhor!


ROI

Significa “Retorno Sob Investimento”. Essa simples análise pode ser feita toda semana ou só no fim do mês, mas responde o grande X da questão: será que todo o gasto que você está tendo com comunicação, marketing, redes sociais, impressos, está valendo a pena?

É importante dizer que ROI não fala só do investimento em mídia paga, mas de todos os investimentos que você fez para fazer uma campanha performar. Até o que você paga com um freelancer específico para comunicar aquele produto, por exemplo, pode entrar na sua conta.

Vamos fazer uma simulação?

Se você está investindo R$10.000 para divulgar um produto, por exemplo! E esse valor já envolve o tempo-hora de um estagiário, a mensalidade de um sistema de edição de imagem, a verba da mídia paga e o cartão que você mandou imprimir para enviar aos potenciais clientes, enfim...

E no fim do mês, o produto que você comunicou te trouxe um rendimento de R$50.000, graças a essa verba de R$10.000 que você investiu no começo. Seu retorno foi 5x maior. Logo, o seu ROI foi de 400%, pois cobriu todo o custo e ainda 4x essa quantidade foi lucro.

Pegou?

Da mesma forma que se tivesse investido R$10.000, e o produto retornasse só R$2.000, seu ROI seria de 80% negativo, ou seja, algo muito errado aconteceu e não valeu a pena. Nesse caso, é lógico que você não investe de novo.


ROAS

No marketing digital, significa “Retorno sobre Gastos com Anúncios”. Sua lógica funciona de forma similar ao ROI, mas fala exclusivamente dos gastos em mídia paga. Falo de anúncio em aplicativos, portais e redes sociais.

Vamos seguir o mesmo exemplo que eu dei acima, para você entender melhor?

Se dos R$10.000, R$6.000 foram gastos exclusivamente em anúncios (mídias em Instagram, Facebook, Google Adwords), sua análise do ROAS deve ser feita somente em cima dos R$6.000.

A lógica é:

O quanto você investiu X Quantos novos acessos gerou na sua página/site ou quantos contatos te chamaram no Whatsapp x Quanto em vendas rendeu.

Se para você, os R$6.000 eram voltados para ter mais seguidores em sua página, e isso aconteceu, ótimo. Mas se o objetivo era vender, e você rendeu R$3.000 reais de lucro vamos supor, estamos falando de ROAS 50% negativo, afinal mais gastou do que recebeu! 

Da mesma forma que se estes R$6.000 te trouxessem leads que geraram R$12.000 em vendas, eu te diria que seu ROAS foi de 100% (além do investimento ter sido reposto, saindo no zero a zero, você ganhou o valor integral em rendimentos).


Viu só? Coloque isso no papel, você descobre quais campanhas valeram a pena e quais produtos mais são promissores.


E se o seu marketing não estiver dando certo?

O ponto de melhoria pode estar em diversos fatores. Pode ser que sua página digital não esteja atraente, seu anúncio não está segmentado para o público-alvo de interesse ideal, que a página web que recebe visitantes está sendo rejeitada, a redação do seu vídeo pode não ser apelativa, e por aí vai ?

Por isso, é preciso fazer uma rígida análise sobre suas ações.


Pegou? 

Então, a partir de hoje, liste todos os seus investimentos e o retorno de cada um, para saber onde está pisando e o que vale a pena, combinado? É isso que resume a função de entender ROI e ROAS.



Por Gabriela Rodrigues

@gabrielamkt.digital


Autor(a)

Gabriela Rodrigues
Gabriela Rodrigues
Gerente de Marketing

Atual Gerente de Marketing e Produtos da Consulfarma, Gabriela é publicitária com forte experiência em marketing digital, lançamento de produtos e comunicação por funil. Iniciou sua carreira como redatora, tornou-se Coordenadora de Comunicação em uma agência especializada no lançamento de produtos digitais, até regressar à Consulfarma para condução de equipe e coordenar lançamentos de produtos digitais. Copywriter na veia, domina técnicas da escrita persuasiva, gere analistas de Tráfego e Performance, redatores e desenvolvimento digital de produtos. Curiosamente, também é autora de ficção, um projeto pessoal que alimenta em paralelo à sua carreira, tendo quatro obras escritas.

Compartilhe este Post
Copyright © 2021 - Todos os Direitos Reservados. Confira nossa política de privacidade