Uso de Vitamina D em Pacientes com Migrânea

Ativos
01/set/2021

Reduz a Concentração de Neuropeptídeos Associados com a Intensidade dos Episódios de Migrânea

 Uso de Vitamina D em Pacientes com Migrânea 

Diminui a Liberação de Mediadores Inflamatórios e Melhora Biomarcadores Associados com a Intensidade das Dores de Cabeça

 

A migrânea é uma doença crônica, paroxística e neurovascular comum que afeta aproximadamente 14% da população mundial. É causada por uma hiperexcitabilidade neuronal com alteração da percepção da dor e pode afetar significativamente a qualidade de vida, o funcionamento social e a produtividade dos indivíduos.


Fisiopatologia da Migrânea

A fisiopatologia da migrânea envolve uma vasta gama de mecanismos que incluem: depressão cortical, ativação das vias trigeminovasculares e disfunção vascular sistêmica. Existe também a ação de diferentes neuropeptídeos, tais como:  peptídeo relacionado ao gene da calcitonina (CGRP) e o peptídeo ativador da adenilato ciclase pituitária (PACAP) apresentam propriedades vasoativas e são liberados durante os ataques de migrânea. Esses neuropeptídeos ativam o sistema trigeminovascular e subsequente pode induzir a liberação de mediadores inflamatórios, vasodilatação e extravasamento plasmático. Todos esses fatores contribuem para o início dos ataques de migrânea.


Tratamento com Vitamina D3

A deficiência de vitamina D tem sido associada a um grande número de desordens dolorosas, incluindo as dores de cabeça. Em geral, a insuficiência dessa vitamina pode ocorrer devido aos seguintes fatores: inadequada exposição solar ou ingestão não suficiente e variações genéticas no metabolismo da vitamina D. A suplementação de vitamina D3 pode reduzir o número de ataques de dor de cabeça, diminuir a necessidade de consumo de analgésicos e atenuar a intensidade e a duração das dores de cabeça. Também observa-se que essa vitamina pode suprimir a neuroinflamação na migrânea, diminuindo os níveis de óxido nítrico sintase indutível (iNOS) e provavelmente interleucina (IL-6).


 

Saúde Geriátrica

O envelhecimento é uma deficiência progressiva e geral dos sistemas fisiológicos, incluindo o sistema imunológico. É atualmente aceito que quase todos os componentes do sistema imunológico passam por uma reestruturação marcante associada à idade, levando a mudanças que podem incluir funções diminuídas ou aprimoradas.

Preencha o formulário abaixo para fazer download do material

Ao baixar este material você concorda com nossas Políticas de privacidade
A Consulfarma solicita sua coleta de dados para identificação do usuário com a finalidade de entrarmos em contato para fornecermos mais detalhes relacionados ao tema do material gratuito, com base-legal por legítimo interesse conforme a nova lei LGPD. Estes dados não serão utilizados para envio de SPAM.



Estudo Comprova

Suplementação de Vitamina D Melhora os Escores que Medem as Desabilidades Associadas com a Migrânea e Reduz os Níveis do CGRP

 

Estudo conduzido por Ghorbani et al. (2020) investigou o uso de vitamina D3 em pacientes com migrânea.


Resultados:

® A média de idade no grupo tratado com vitamina D foi de 37 anos e no grupo 2 de 38 anos;

® A suplementação com vitamina D resultou em significativa melhora nos escores do MIDAS após 12 semanas de intervenção (21,49) comparado com o placebo (31,16) – p=0,016;

® Os níveis do CGRP apresentaram diminuição significativa no grupo tratado com a vitamina D (153,26 ng/l) quando comparado com os pacientes tratados com placebo (188,35 ng/l) – p=0,022.

 

Conclusão:

A suplementação de vitamina D em indivíduos com migrânea, particularmente aqueles com aura, pode potencialmente melhor os episódios de dores de cabeça e também de outras desabilidades. A suplementação também pode atenuar os níveis do CGRP. A vitamina D com base nos resultados pode ser usada potencialmente em pacientes com migrânea.


Referências 

GHORBANI, Z. et al. The effects of vitamin D supplementation on interictal serum levels of calcitonin gene-related peptide (CGRP) in episodic migraine patients: post hoc analysis of a randomized double-blind placebo-controlled trial. J Headache Pain. 2020 Feb 24;21(1):22.

16º Congresso Consulfarma

O maior evento do mercado magistral: nessa jornada, sua missão será acompanhar as inovações no 16º Congresso Consulfarma.
Clique Aqui

Autor(a)

Equipe Técnica Consulfarma
Equipe Técnica Consulfarma
Conhecimento

Nossa equipe quer muito dividir conhecimento com você, por isso postaremos por aqui assuntos relevantes para compartilhar tudo aquilo que é relevante para o mercado magistral. Aproveite!

Compartilhe este Post
Consulfarma Ads
Copyright © 2021 - Todos os Direitos Reservados. Confira nossa política de privacidade